Alucinante, excitante e obsessivo

Uma das maiores atuações de Natalie Portman desde V de Vingança

Está simplesmente perfeita no filme Cisne Negro, a atriz realmente sentiu a personagem, e é uma forte candidata ao Oscar de 2011,  lembrando que ela já levou o Globo de Ouro pelo mesmo filme, seria uma das melhores injustiças do Oscar se Nathalie não levar a estatueta para casa no próximo domingo. Estou torcendo muito.

A ambição de Nina para ser tornar a nova Rainha Cisne é aterrorizante, de menina doce da mamãe a uma garota negra que não medi esforços para conseguir seu objetivo. Em muitas partes do filme ela menciona como é importante se obter a perfeição, essa obsessão a faz ter dupla personalidade (Cisne Branco e Cisne Negro) ao longo da película.

A busca insaciável pela perfeição mexe com a mente das pessoas, pois é uma busca infinita, sem ponto de parada e que nunca é obtida. Nina queria que seu espetáculo fosse primoroso, por isso fez exatamente tudo o que se conta na história do Cisne original.

Tive o sonho mais maluco na noite passada sobre uma menina que se transformou em um cisne, mas o seu príncipe se apaixona pela garota errada…E ela se mata. “Sayers Nina.

O Cisne Negro foi o que surgiu dentro de Nina, pois ela já tinha toda a doçura para ser o Branco, e após muitas tentativas, até então frustradas de seu professor de ballet, ela obtém aquilo que é necessário para ser o Cisne Negro.

Quando percebe que há mais alguém pronta para o papel, a nova dançarina da academia: Lili; Nina nota que sua glória pode ser interrompida, ela começa a ATACAR.

A dançarina se transforma em uma completa neurótica. Muitas ilusões a cercam sua cabeça, fica totalmente agressiva, mas no fim, ela consegue o que quer.

Poucos filmes, nos últimos anos prenderam-me tanto a atenção. Recomendo.

 

 

Anúncios