O que aprendi com Felicity

Finalmente, nas férias terminei de ver o seriado que tanto amo Felicity. Ainda me vejo chorando com a exibição do último episódio e meu pai passando pela sala e dizendo que nem é novela pra eu está chorando [risos]. Não lembro de outro programa de tevê que eu tenha me identificado tanto.

Felicity Potter, a personagem principal, me conquistou justamente, por ter em sua essência, algo que também tenho em mim; as dúvidas que a cercam o impulso de continuar sem medo, indo atrás mesmo do que quer; tudo isso criou em minha mente alguns questionamentos após o último capitulo: – Por que temos tanto medo de ir em frente? O medo de ouvirmos NÃO nos faz abandonar os nossos sonhos; mas o quão duro, também, é a dor de se desfazer de um sonho? E quanto tempo se tem para idealizar outro? O receio de seguir em frente que faz muitas pessoas se queixarem da vida que tem.

Felicity me viciou completamente, em cada episódio com seus erros e acertos me vi cada vez mais nela. Quando escolhi fazer Comunicação, e meu pai queria que eu fizesse Direito, lembrei logo dela, o pai dela queria que ela fosse Medica, mas ela bateu o pé e foi fazer Artes. Lembro-me dela nos meus relacionamentos, lembro-me dela nas amizades, acho que sou a Felicity.

Claro, que também erramos, e com esses também crescemos como pessoa.

A escolha dela por Ben, bastante questionada pelo público, eu entendi, o amor falou mais alto e o desafio de conquistá-lo também contribuiu, pois ela é uma mulher que gosta de desafios, com o Noel seria tudo fácil, sem desafios.. Gostei da opção do autor por deixa-la, no fim, com o Benjamin, afinal ela largou tudo para ir atrás do seu grande amor. Espero que eu tenha um final tão fabuloso quanto o dela. Indico o seriado.

Anúncios

14 respostas em “O que aprendi com Felicity

  1. VS FALANDO, e como s vs fosse a personagem principal mesmo, pelo menos eu sinto isso ao ler o seu post.
    fiquei super interessada em ver essa serie, a eu adoro series.
    veejo varias ao mesmo tempo, no momento estou empolgadissima com GOSSIP GIRL.
    espero q vs tenha o seu final feliiz tbeein.
    beeijos;*

  2. Bem, vou fzer um comentário, mas um comentário verdadeiro. não assisto à séries, principalmente à esta. muito bom conhecer o seu gosto, parece que realmente faz boas escolhas.Até a próxima, hasta la vista.

  3. Sinceramente, nunca ouvi falar dessa série, tah, sou um sem cultura!! rsrs, mas achei bem legal colega! faço comunicação tbm, termino esse ano! mas voltando a Felicity, vou procurar ver pra te dar uma opinião mas concreta!!

  4. Eu tive a oportunidade de ver alguns capitulos, achei hiepr interessante a história, pena q por falta de tempo naum pude acompanhar até o final!
    Creio q aprendemos muito qdo nos identifamos com alguns seriados e este abordou mto o Medo!

    Bom vou ficar aqui torcendo por vc tá!? Sei que terá um final Feliz *–*

    estou te seguindo..beijão 😉

  5. Nunca assisti Felicit mas acho que a questão dos erros e acertos da vida, bem como o medo de seguir em frente sem o medo de errar ou se arrepender são coisas que permeiam, não só esse seriado, mas muitos outros também.
    Pessoalmente, o seriado não me agrada, mas a identificação com um personagem é realmente algo que nos marca e nos prende em uma trama.

  6. Acho que a maior pergunta que a humanida se faz é por que temos medo? Pergunta retórica nunca descobriremos a resposta… Que otimo você ter se encaixado no perfil do personagem, so não se esqueça que aquilo é ficção e temos que viver vida real… Adorei seu blog abraço;*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s