“Essa coisa que busco. Vou começar por lhe dar um nome. Mas como não a conheço, justamente porque a busco, vou chamá-la simplesmente de coisa”
 (por AL-Khuwarizmi – citado em “O Teorema do Papagaio”).
Eu, particularmente chamaria de amor. O individuo que recebe esse sentimento com certeza é uma pessoa predestinada a ofereço o mesmo para outras pessoas. A amargura no coração das pessoas impede que GENTE que tem o amor como oferenda se aproxime. Na inercia constante e rezando pela infelicidade do próximo, o contentamento quando um “rival” seu vai mal em algum momento. Isso é nojento! 
Presos em seus mundos medíocres e a visão focada apenas em questões baratas. Deixe o amor entrar em você, um coração ferido, não é util. Ser um peso morto também não.
O cultivo de coisas, de sentimentos bons faz bem ao ego, e não machuca o coração.
Ass. Kat.
Anúncios

2 respostas em “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s